home > Consumo > Bancos enviam informações dos clientes para o cadastro positivo

há 2 dias por Regina Pitoscia

Bancos enviam informações dos clientes para o cadastro positivo

Desde o último dia 11, os bancos passaram a enviar informações sobre o  perfil de pagamento de seus clientes aos gestores do cadastro positivo. Trata-se de mais um passo adiante para a formação do banco de dados de consumidores que tenham algum empréstimo, compras a prazo, ou contas de serviços básicos como de luz e água. A inclusão no cadastro acontece de forma automática.

A expectativa é que até esta terça-feira, dia 19, todos os correntistas sejam incluídos no banco de dados. No entanto, ninguém deve ser pego de surpresa, porque, assim que os bancos enviarem as informações cadastrais e de pagamento aos escritórios, cada consumidor deverá receber uma comunicação individual, seja por meio de e-mail, SMS no celular, ou correspondência física em sua residência, no prazo de 30 dias, com o aviso de inclusão de suas informações.

Quem não quiser ter seus registros para compartilhamento deverá entrar em contato com uma das empresas autorizadas para solicitar sua exclusão. Atualmente, quatro escritórios de serviço de proteção ao crédito estão autorizados pelo Banco Central a atuar no setor: Serasa Experian, SPC Brasil/Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas, Boa Vista Serviços e Quod-Gestora de Inteligência de Crédito. Mesmo que o pedido seja feito em apenas um dos escritórios de proteção ao crédito, a exclusão do nome deve ser feita nos demais, automaticamente.

Uma vez participante do cadastro, dependendo de seu histórico, o consumidor recebe uma avaliação, uma nota ou escore. Com dados mais completos, a nota de crédito ficou mais abrangente expondo com precisão ao mercado a evolução dos pagamentos feitos e o nível de relacionamento dos consumidores com os fornecedores.

Espera-se que o cadastro positivo possa cercar de mais garantias uma concessão de empréstimo, reduzir os riscos de inadimplência e, portanto, os juros no crédito. Tudo isso deve representar mais facilidades para quem é bom pagador na hora de levantar um empréstimo. A torcida é para que isso de fato aconteça.

A pontuação do bom pagador, no entanto, deve ser usada única e exclusivamente para concessão de crédito. Instituições financeiras, lojas, prestadores de serviços e bancos conseguirão visualizar essa nota, que vai de zero a mil e será calculada pelos gestores do cadastro.

Dois outros pontos da legislação podem limitar a concretização das facilidades para levantar o crédito e a redução no custo do crédito. O primeiro é que os birôs não devem fornecer todos os dados, mas sim essa nota atribuída ao consumidor em questão. Se quiser ter acesso ao total das informações, a empresa que tiver fazendo a consulta deverá solicitar permissão ao consumidor e só com ela poderá ter o histórico integral.

O segundo está ligado à possibilidade de danos ao cliente pelo vazamento ou erro de informações. Se isso ocorrer, os bancos podem ser processados, ainda que não tenham sido os culpados por isso, dentro da “responsabilidade solidária”.

Quem não fizer parte do cadastro positivo terá sua análise de crédito feita com base no Cadastro Negativo (SPCC), que reúne os compromissos financeiros em atraso e continuam em aberto, ou seja, com todas as dívidas não pagas pelo consumidor.

Pelos cálculos do SPC Brasil, um dos birôs, nessa primeira fase o banco de dados passa a contar com 110 milhões de inscritos. Um total que tende a crescer, já que nas próximas fases empresas de telefonia, companhias de fornecimento de energia, água e gás, além das redes de varejo, passam a abrir as informações de seus clientes aos escritórios de proteção ao crédito. Essa é uma forma de ter no cadastro pessoas que não possuem conta corrente em banco.

 

 

Compartilhe:

0 Comentário

Comentar como anônimo

Mais lidos em #Consumo

Relacionados

Relacionados

Outras categorias:

Assim você busca por assunto,
aquilo que mais interessa.

E aqui a gente separou o que é mais acessado:

Mas se quiser receber nossos artigos
por e-mail, cadastre-se: