home > Imposto de Renda > Como declarar o IR, pela simplificada ou a completa?

há 2 dias por Regina Pitoscia

Como declarar o IR, pela simplificada ou a completa?

Ao fazer a declaração, você terá duas formas para oferecer os seus rendimentos, o que ganhou, para a tributação: simplificada ou completa.  A principal diferença entre elas está no uso de algumas despesas que podem agora ser usadas como deduções no cálculo do imposto.

Conforme você vai lançando essas informações, o programa vai lhe informando no menu à esquerda qual o resultado da tributação por uma ou outra modalidade da declaração. É fácil visualizar, a todo momento, qual delas vai lhe permitir ter uma carga tributária menor, imposto mais baixo ou restituição mais alta.

Você poderá optar e até entregar a declaração por uma dela, mas se entender por alguma razão que a outra lhe era mais favorável terá a possibilidade de fazer uma retificadora com essa nova opção. Por exemplo, se entregou pela simplificada mas percebeu que a completa reduziria mais o imposto poderá simplesmente entregar uma declaração retificadora pela completa. Mas isso somente dentro do prazo normal de entrega da declaração, que vai até do dia 30 de abril. Depois desse prazo, só poderá fazer alguma retificação no modelo escolhido inicialmente.

A simplificada

As principais deduções referem-se a gastos com saúde, educação, dependentes, ou doações – veja quadro completo abaixo. Na simplificada, você não usa essas deduções para diminuir o imposto, o programa aplica um desconto automático de 20% sobre os seus rendimentos para depois seguir calculando o imposto. Esse desconto está limitado a R$ 16.754,34.

Mesmo que não use as deduções legais, você terá de informar na declaração simplificada os dados sobre pagamentos feitos a médicos, dentistas, advogados, arquitetos, corretores, enfim, qualquer pagamento feito a um profissional, assim como a empresas, hospitais, convênios médicos e escolas.

Tudo isso entra na ficha de “Pagamentos Efetuados”. Caso você não lance essas informações, poderá pagar multa de 20% do valor não declarado. Doações como as feitas a fundos da Criança e Adolescentes e incentivos fiscais a projetos culturais e esportivos também precisam ser informadas e entram na ficha “Doações Efetuadas”.

Há uma conta bem simples que permite saber se a simplificada é a mais indicada para você, ou não. Some todas as deduções permitidas, de titular e dependentes, se o total for inferior a R$ 16.754,34 a simplificada é a mais indicada. Caso seja superior a esse limite, a melhor opção é pela completa.

A completa

Já no modelo completo, você utiliza no cálculo do imposto todas as deduções legais a que tem direito, assim como doações a fundos sociais e incentivosO uso da completa é indicado quando o total de deduções que podem ser comprovadas supera o desconto na simplificada. O valor desembolsado vai sendo lançado no quadro de pagamento efetuados e de acordo com o código já é remetido para o quadro de cálculo do imposto como desconto.

Quais são as deduções legais

1 – Gastos com saúde, em sua totalidade

2 – Despesas  com educação até o limite de R$ 3.561,50 por pessoa

3 – Parcela de R$ 2.275,08 por dependente

4 – Depósitos em planos de previdência privada do tipo PGBL até o limite de 12% dos rendimentos tributáveis

5 – Pagamentos de pensão alimentícia, em sua totalidade

6 – Contribuição total feita ao INSS

7 – Doações e incentivos feitos a fundos de amparo à Criança e ao Adolescente e ao Idoso e incentivos à cultura, à atividade audiovisual e ao esporte, com limite de 6% do imposto devido, além de incentivos aos programas nacionais de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas/PCD) e de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon), com limite de 1% do imposto devido cada

8 – Contribuição patronal ao INSS (parcela de 12%) feita em nome de domésticos, com limite de R$ 1.171,84

9 – Despesas para exercer a profissão no caso do contribuinte que é autônomo, trabalha por conta própria

 

Compartilhe:

0 Comentário

Comentar como anônimo

Mais lidos em #Imposto de Renda

Relacionados

Relacionados

Outras categorias:

Assim você busca por assunto,
aquilo que mais interessa.

E aqui a gente separou o que é mais acessado:

Mas se quiser receber nossos artigos
por e-mail, cadastre-se: