home > Radar da semana > Divulgação de índice dará boa ideia da inflação de dezembro

há 2 dias por Regina Pitoscia

Divulgação de índice dará boa ideia da inflação de dezembro

O IPCA-15 de dezembro, que o IBGE divulga na quarta-feira, dará boa ideia de como anda a inflação corrente. Esse índice segue a mesma metodologia de cálculo do IPCA, a inflação oficial, mas é divulgado dentro do próprio mês de referência, ou seja, neste mês. O IPCA de dezembro será conhecido apenas no começo de janeiro.

As estimativas para a prévia de inflação que estará espelhada no IPCA-15 apresentam ampla disparidade. A projetada pelo mercado financeiro na última edição do boletim Focus estava em 0,47%, mas as previsões mais recentes situam o IPCA-15 em um intervalo entre 0,30% e 0,35%.

Caso o IPCA de dezembro se acomode nos níveis estimados para a prévia, a inflação oficial acumulada de 2016 tem forte probabilidade de fechar o ano abaixo do teto da meta de 6,50%.

Essa expectativa, se confirmada, abriria espaço maior para que o Banco Central (BC) aumente o corte previsto para a taxa básica de juros, Selic, na próxima reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), em janeiro. Por enquanto, a aposta mais forte é que a taxa básica, de 13,75% ao ano, fique 0,50 ponto porcentual menor na virada do ano.

A avaliação de analistas e economistas do mercado é que, com a inflação mais comportada este ano e dando sinais consistentes de que se aproxima para o centro da meta de 4,50% em 2017, o foco do BC se dirigirá para a atividade econômica, que patina em profunda recessão, sem perspectiva de reversão no curto prazo.

Por essa análise, o BC não tem como fugir de uma redução mais agressiva da Selic para tentar reanimar a economia e retomar a oferta de emprego. Afinal, se o investimento na produção é condição necessária para engatar a recuperação da economia, não tem como apostar nessa perspectiva enquanto o rendimento para o capital que fica zanzando pelo mercado financeiro roda em torno de 13,75% ao ano (que é o que rende o título público remunerado pela Selic).

Projeções semanais

O boletim Focus traz nesta segunda-feira as projeções mais recentes de analistas e economistas sobre indicadores da economia, como inflação, juros, dólar, que vão ajudar a orientar decisões de investimento ou compromissos financeiros.

Contribuição do microempreendedor ao INSS

O profissional autônomo inscrito como microempreendedor individual precisa recolher a contribuição de novembro ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) até amanhã, dia 20.

Quem atua no ramo industrial ou comercial paga R$ 45. Se a atividade estiver relacionada ao setor de prestação de serviços, o valor do recolhimento é R$ 49. Quem trabalha com atividade mista recolhe R$ 50. O profissional que quitar a contribuição com atraso pagará multa de 0,33% por dia e valor atualizado pela Selic.

Compartilhe:

0 Comentário

Comentar como anônimo

Mais lidos em #Radar da semana

Relacionados

Relacionados

Outras categorias:

Assim você busca por assunto,
aquilo que mais interessa.

E aqui a gente separou o que é mais acessado:

Mas se quiser receber nossos artigos
por e-mail, cadastre-se: