home > Bancos > Prazo para compensar cheque de qualquer valor é de um dia útil

há 2 dias por Regina Pitoscia

Prazo para compensar cheque de qualquer valor é de um dia útil

Desde segunda-feira, dia 16, o tempo para a compensação de cheque de qualquer valor será de um dia útil. A decisão foi anunciada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e segue determinação do Banco Central, pela Circular nº 3.859, de novembro de 2017.

Na prática vai funcionar assim: o depósito de um cheque feito numa segunda-feira, por exemplo, vai sair da conta de quem o emitiu na própria segunda. Mas inicia-se a contagem para prazo de sua compensação, de um dia útil, a partir de terça (dia útil seguinte ao de depósito). E aí, o dinheiro entrará efetivamente na conta corrente do beneficiário na quarta-feira.

Até a última sexta feira, o tempo para compensar um cheque dependia de seu valor: os de até R$ 299,99 levavam dois dias úteis, a contar do dia útil seguinte ao do depósito, para se transformar em crédito na conta corrente do beneficiário; e os cheques a partir de R$ 300,00 já eram compensados em um dia útil.

Segundo a Febraban, além do avanço da tecnologia, um dos fatores que contribuem para a redução no prazo de compensação está ligada à queda no número de cheques emitidos e liquidados no País. Em 2017, foram compensados 494 milhões, um volume 85% menor em relação a 1995, quando foram compensados 3,3 bilhões de cheques.

A redução do uso do cheque ocorreu em paralelo à expansão do número de contas correntes no País. De acordo com a Pesquisa Febraban, o total de contas correntes em 1995 totalizava 39 milhões no Brasil, número que alcançou 161 milhões em 2017.

Isso mostra que o cliente bancário tem deixado, cada vez mais, de usar cheques, e optado por outros meios de pagamento, em especial as transações digitais. Atualmente, o total de operações bancárias realizadas por internet banking e mobile banking respondem, juntos, por 57% do total de transações feitas em todo o país. Não tanto pelo custo, mas principalmente pela praticidade e agilidade nos meios eletrônicos.

Segundo dados da própria Febraban, o custo de uma folha de cheque nos cinco maiores bancos do País são: R$ 1,70 no Itaú; R$ 1,65 no Bradesco; R$ 1,60 no Santander; R$ 1,50 no Banco do Brasil; e R$ 1,40 na Caixa. Em tese, essa seria a despesa para transferir dinheiro de sua conta para de outra pessoa, só que com a demora de um dia útil para a liquidação de toda operação.

TED e DOC

Para a transferência de dinheiro entre contas, seja no mesmo banco ou bancos diferentes, o processo e bem mais rápido pela Transferência Eletrônica Disponível (TED) ou Documento de Crédito (DOC).

A TED é mais veloz. Em questão de minutos o dinheiro sai da conta do pagador e entra na conta do recebedor. Já pelo DOC, o valor é creditado na conta do beneficiário no dia útil seguinte ao da emissão.

O horário da operação também é determinante. Por exemplo, a TED só pode ser feita em dias úteis, pelo internetbanking e outros meios eletrônicos, até as 17hs. Depois desse horário ela só poderá ser agendada para o dia seguinte. Se feito na boca do caixa o horário é o mesmo de funcionamento da agência, até as 16hs.

O DOC se feito até as 21h59 de um dia será creditado ao beneficiário no dia útil seguinte. Feito após esse horário cairá dois dias úteis depois. Outra condição importante do DOC, a transferência está limitada a R$ 4.999,99. Valores acima disso devem ser transferidos, obrigatoriamente, pela TED.

Como o custo é praticamente o mesmo para um ou outro tipo de transferência, vale a pena, sempre que observado o limite de horário, usar a TED em vez do DOC. Outra dica, as despesas para transferir dinheiro pelos caixas nas agências bancárias são quase o dobro das cobradas pelas operações no internetbanking ou caixa eletrônico. Portanto, evite ir ao atendente na agência, ele tem um custo para o banco que é repassado a você.

                                                Tarifas de DOC/TED

Banco                       Presencial – agência    Meios eletrônicos

BB                                        R$ 18,70                      R$   8,80

Itaú                                      R$ 18,70                      R$ 10,20

Bradesco                            R$ 17,85                      R$   9,70

Santander                          R$ 17,40                      R$   9,40

Caixa                                   R$ 15,50                      R$   8,65

 

 

Compartilhe:

0 Comentário

Comentar como anônimo

Mais lidos em #Bancos

Relacionados

Relacionados

Outras categorias:

Assim você busca por assunto,
aquilo que mais interessa.

E aqui a gente separou o que é mais acessado:

Mas se quiser receber nossos artigos
por e-mail, cadastre-se: