home > Imóveis > Quanto vai subir o aluguel em junho

há 2 dias por Regina Pitoscia

Quanto vai subir o aluguel em junho

O reajuste de aluguel de contrato atualizado todo mês de junho e atrelado ao IGP-M será de 4,26%. Para encontrar o valor corrigido, basta multiplicar o que vem sendo pago por 1,0426. O resultado corresponde ao novo aluguel que deverá ser quitado no fim deste mês ou início de julho, dependendo da data combinada em contrato. Por exemplo, um aluguel de R$ 2 mil passará para R$ 2.095,20 com a correção.

Em uma rápida retrospectiva do comportamento dos alugueis nos últimos 12 meses, definido pelo IGP-M, o reajuste deste mês é o mais elevado. De julho do ano passado a março deste ano, a correção foi negativa rebaixando o valor devido pelo inquilino. Em abril, o reajuste ficou em 0,20% e em maio, 1,89%. E a tendência é que a atualização fique mais encorpada nesses próximos meses.

Segundo o Sindicato da Habitação, Secovi-São Paulo, o IGP-M é eleito como um dos principais indicadores para reajustes contratuais por ser o primeiro divulgado, ainda dentro do mês de referência. Além disso, ele reflete mais o avanço dos preços no atacado e, por isso, vinculado às transações comerciais.

Como alugar rápido

Ainda há uma oferta expressiva de imóveis para locação, o que significa que a concorrência é grande, e o candidato a inquilino fica mais exigente na hora de fechar o negócio.

Manter o imóvel em perfeitas condições passa a ser um fator determinante para alugar mais rápido. A reforma costuma ajudar nesse processo, de acordo com a diretora de Locação da Lello Imóveis, Roseli Hernandez. “Vale sempre a pena uma reforma estética, com a troca de pisos, azulejos, pintura das paredes, enfim, detalhes que a pessoa repara de imediato”, afirma ela.

Em alguns casos, vale a pena investir também na pintura externa, “ uma casa pichada, por exemplo, pode transmitir uma sensação de abandono e até de insegurança em relação à rua”, diz.  A pintura de paredes pode ajudar a alugar o imóvel por dois motivos, explica a diretora: primeiro para transmitir a sensação de limpeza; e segundo para retirar cores fortes ou muito diferentes. “ Uma parede vermelha ou amarela pode ser muito bonita, mas pode não agradar o próximo morador, por isso, sempre aconselhamos o uso de cores neutras, como branco, gelo ou bege”.

Ainda segundo Hernandez, se o piso e a cerâmica dos banheiros forem muito antigos, convém trocá-los. Reparos e modernização nas instalações elétricas e hidráulicas também ajudam a valorizar o imóvel, assim como consertos de rachaduras e infiltrações, evitando mofo, sujeira e pintura descascada. “É fundamental entregar o imóvel com tudo em ordem. O estado de conservação é fator decisivo para a locação”.

A manutenção deve ser contínua para evitar uma despesa grande de uma única vez, mas dependendo do caso, é possível negociar com o inquilino, propondo um desconto equivalente às despesas com os consertos, desde que ele providencie as obras necessárias.

Valor do aluguel

Outra condição que pode agilizar a locação é o valor pedido no aluguel, que precisa ser compatível com o padrão do imóvel e também com as ofertas da região. Além disso, é preciso que os proprietários sejam flexíveis no valor fixado para o aluguel e também às cláusulas do contrato.

 

Compartilhe:

0 Comentário

Comentar como anônimo

Mais lidos em #Imóveis

Relacionados

Relacionados

Outras categorias:

Assim você busca por assunto,
aquilo que mais interessa.

E aqui a gente separou o que é mais acessado:

Mas se quiser receber nossos artigos
por e-mail, cadastre-se: