home > Consumo > Vem aí o Dia dos Pais, mais uma prova de fogo ao seu bolso

há 2 dias por Regina Pitoscia

Vem aí o Dia dos Pais, mais uma prova de fogo ao seu bolso

Ano após ano de crise financeira, a duras penas, o brasileiro vai aprendendo a administrar bem o orçamento. Agosto traz uma data que mais uma vez coloca em prova esse aprendizado: o dia dos Pais e com ele os gastos extras para a comemoração e as devidas homenagens. Ir em busca de presentes baratos e não entrar em dívidas são intenções reveladas pela  maioria dos consumidores, segundo mostram recentes pesquisas.

E a receita é essa mesma. Procure responder algumas questões como quanto você planeja, quer e pode gastar com o presente para o seu pai? Ao obter as respostas, você terá feito um planejamento e terá boas chances de encontrar o que quer,  acertar de acertar no presente e gastar relativamente pouco, sem comprometer sua renda.

O que pode facilitar a tarefa é prestar atenção nas preferências do homenageado, quais são seus hobbies, seus gostos. Uma vez identificado esse ponto, faça uma pesquisa pela internet, compare preços e saia às compras com endereço certo e presente definido. Economia de tempo e de dinheiro. Mesmo com o dinheiro mais curto é possível fazer bonito com seu pai.

Por exemplo, pra os que praticam esportes, as dicas vão de meias a camisetas e garrafinhas de água; para os mais afinados com temas culturais, livros e DVDs; para os apaixonados por futebol, camisetas ou algo alusivo a seu time, como um DVD com a história do clube, por exemplo. Vale também pensar em acessórios para o trabalho dele. Pen drive para os ligados à tecnologia, ferramentas para os que vivem consertando as coisas em casa.

Personalizado

Não tanto pelo valor, mas pela demonstração de cuidado, de que algo foi pensado de forma exclusiva para ele, a lembrança pode fazer sucesso. Quem tiver habilidades para artesanato poderá pensar em pequenos mimos personalizados, com algum toque especial em uma caneca, um chaveiro ou uma camiseta, que terão valor especial, porque feitos pelo próprio filho. Imagine no efeito de um porta-retrato com uma foto dele, sozinho ou com a família, enfim de algo que represente um momento especial.

Ainda no campo das opções mais em conta, pense em uma cesta para o café da manhã, com o pai compartilhando a escolha dos produtos. E quem for chegado ao fogão poderá preparar o prato preferido para o almoço, ou um doce de dar água na boca para a sobremesa ou para o café. Inclua na programação, fazer uma caminhada, assistir a um filme, jogar conversa fora como demonstração de puro carinho ao seu pai.

Como se vê, a falta de dinheiro não deve ser um impedimento para festejar a data. Quem estiver com orçamento comprometido ou atolado em dívidas não deverá se envergonhar de abrir o jogo com uma pessoa tão próxima.

Evite

A escolha e a compra do presente na última hora, até movido por impulso, aumenta o risco de gastos desnecessários sem garantia de agradar ao paizão. O ideal é que o preço do produto se acomode ao tamanho de seu bolso, sem necessidade de financiamentos que cobram juros. Convém pedir sempre a nota fiscal, necessária para a troca de produto ou até mesmo para reclamação de eventuais problemas às entidades de defesa do consumidor.

 

 

 

 

Compartilhe:

0 Comentário

Comentar como anônimo

Mais lidos em #Consumo

Relacionados

Relacionados

Outras categorias:

Assim você busca por assunto,
aquilo que mais interessa.

E aqui a gente separou o que é mais acessado:

Mas se quiser receber nossos artigos
por e-mail, cadastre-se: